Quando coloca um imóvel à venda por norma quer conjugar duas coisas: vender por um bom preço e vender com alguma rapidez. E é tentador fazê-lo por conta própria, porque em primeiras contas que faz vai receber mais desta forma. Mas será que é mesmo assim? Demonstramos de seguida porque é que contar com a ajudar de um agente imobiliário é uma aposta vencedora!

  1. Técnicas de Venda/Marketing

O agente imobiliário preparou-se (e está sempre em aprendizagem) para saber vender a sua casa. Tem muitas técnicas comerciais, para além de experiência e conhecimento da zona, para conseguir vender a sua casa mais rapidamente e a um valor justo. E não, não significa enganar ninguém. Significa mostrar as qualidades do seu imóvel, ser transparente, ser honesto e potenciar a venda. Começa em algo tão simples e que faz uma enorme diferença: ter boas fotos do seu imóvel. E este é apenas um exemplo. Um agente imobiliário tem uma estratégia de marketing organizada e por isso capitaliza a venda muito mais rapidamente.

  1. Precificação do imóvel

É natural que queira vender o seu imóvel pelo melhor valor possível mas nem sempre o valor que tem em mente é realista no mercado. E depois o que acontece? Não tem muitos interessados, não tem propostas ou só as tem para valores muito abaixo do que está a pedir – o valor real de mercado. E se o mercado estiver numa tendência decrescente ou apanhar uma fase com um pouco mais de oferta dentro da mesma gama do seu imóvel vai estar meses e meses a tentar vender sem resultados. O que teria mudado se tivesse começado logo com um agente imobiliário e tivesse ouvido o seu aconselhamento para a venda? Teria vendido mais depressa e a um preço melhor do que aquele pelo que foi “obrigado” a vender vários meses depois. E lembre-se, o seu agente imobiliário terá todo o interesse em vender bem o seu imóvel.

  1. Poupança de tempo

Quando trabalha com um agente imobiliário ele organiza toda a parte processual da sua casa, bem como as visitas (não exigindo até que tenha de estar em casa no horário de visitas), para além de gerir os pedidos dos possíveis interessados e propostas feitas. Para quem já vendeu um imóvel, sabe que são muitas, muitas horas (e preocupações) a fazer toda esta gestão. Tempo que poderia estar a investir de outra forma.

  1. Trabalho de rede

A rede imobiliária para divulgação de imóveis (muitas vezes plataformas pagas) já está incluída no trabalho da agência imobiliária, o que fará com que o seu imóvel chegue a mais pessoas. Para além disso, conta com a expertise e rede de contactos do seu agente imobiliário para o fazer chegar ao público que interessa. E sobretudo se estiver a trabalhar em regime de exclusividade, o agente imobiliário terá todo o interesse em divulgar muito o seu imóvel e vendê-lo rapidamente. Por exemplo, na PMR Imobiliária trabalhar em exclusividade dá-lhe acesso a meios de divulgação também eles mais exclusivos: flyers, newsletters, revistas, posts patrocinados nas redes sociais, fotografias e vídeos profissionais, anúncios patrocinados nos portais imobiliários, entre mais.

  1. Segurança

É muito importante saber as perguntas certas a fazer aos compradores para não estar a ganhar expectativas ou ficar à espera de quem não vai poder ou não tem assim tanto interesse em comprar a sua casa: ou porque claramente não terá capital/financiamento para poder pagar pelo seu imóvel, ou porque se percebe claramente que não é o que procura. Para além desta triagem, caso o processo avance, o apoio processual da agência confirmará que está tudo em conformidade, tanto da parte dos compradores, como da entidade bancária, caso exista financiamento.

  1. Apoio ao comprador

O apoio ao comprador é uma parte que fará toda a diferença no negócio. Ajudar o comprador no processo de compra, com o banco e com todos os elementos necessários para a aquisição, poupa de tempo e muitas vezes salva negócios.

Ainda tem dúvidas? Fale connosco e podemos esclarecer todas as questões sobre a melhor forma de vender o seu imóvel.